GERENCIAMENTO DE RISCOS

O adequado gerenciamento de riscos em seus investimentos permitirá maior tranquilidade frente às oscilações do mercado.

Em investimentos, riscos é ter retorno diferente do esperado, podendo ser perdas ou ganhos, ou seja, é o grau de incerteza quanto ao retorno de um investimento.

O risco tem relação direta com o nível de renda do investimento, ou seja, quanto maior o risco, maior a expectativa de renda do investidor. Por isso, é tão importante antes de investir conhecer os riscos atrelados ao investimento que deseja realizar.

Existem diversos riscos atrelados as mais variadas opções de investimentos. Vamos abordar os mais comuns nesse artigo:

  • Risco de liquidez: é a impossibilidade de vender um ativo pelo preço e o momento desejado. Investimentos em imóveis é o exemplo mais comum de um ativo com alto risco de liquidez.
  • Risco de crédito: está associado a possíveis perdas que os credores possam ter pelo não pagamento por parte dos devedores na data acertada, seja dos juros ou do valor principal.
  • Risco país: este risco tem origem na possibilidade do país não conseguir honrar com seus compromissos, impactando em todas as modalidades de investimento e principalmente aos atrelados aos títulos públicos.

Você sabe qual a forma mais eficiente para minimizar os riscos de seus investimentos?

A palavra mágica é: Diversificação.

A diversificação permite que você investidor, diminua os riscos de seus investimentos. Basicamente a regra é: Não colocar todos os ovos na mesma cesta.

Porém, para uma diversificação eficiente você deve atentar para mais dois tipos de riscos, além dos já citados, que são:

  • Risco sistemático: é a parte da volatilidade dos ativos que tem como origem fatores comum a todos os ativos do mercado. Esse risco não pode ser reduzido. A mudança de governo é um exemplo de risco sistemático, é o risco do sistema como um todo.
  • Risco não sistemático: Esse risco possui relação direta com características especificas de cada ativo. Esse risco pode ser reduzido a partir da diversificação. O rompimento de uma barragem de rejeitos da empresa Vale do Rio Doce é um exemplo, a princípio somente as ações dessa empresa que terão impacto negativo.

À medida que você aumenta o número de ativos em sua carteira você diminui o grau de risco.

Portanto, o gerenciamento de riscos em conjunto com a diversificação pode ajudar a reduzir os riscos de perdas, possibilitando que quando um investimento não estiver indo bem, os outros possam compensar, fazendo com que na média não tenha perdas expressivas.

Identifique hoje mesmo quais os riscos estão atrelados aos seus investimentos e se necessário diversifique.