Investindo em Fundos de Investimentos Imobiliários

Os Fundos de Investimentos Imobiliários (FII) são fundos que possuem em sua composição investimentos no setor imobiliário. Nos últimos anos, essa modalidade de investimento tem se destacado por possuir características e retornos atraentes.

Além disso, por não ser tão complexo como outras modalidades de investimentos, atrai investidores que prezam pela simplicidade e objetividade. Eles podem ser classificados em dois tipos: 

  • Fundos de tijolo: possuem imóveis físicos como, shoppings centers, edifícios empresariais e hotéis. 
  • Fundos de papel: composto por aplicações financeiras do setor imobiliário, como, LCI, LCA, CRI e CRA.

Os Fundos de Investimentos Imobiliários são divididos em cotas de valores iguais, permitindo assim que, ao investir no setor imobiliário você adquira pequenas partes de imóveis, ou seja, você pode ser dono de uma parte de grandes empreendimentos, como shoppings, rede de hotéis e etc.

A gestão dos Fundos Imobiliários é feita por um gestor especializado que diariamente realiza acompanhamento e monitoramento do patrimônio. A partir dos resultados obtidos dessas “análises” ele faz alocações com o intuito de obter a máxima rentabilidade.

  • Rentabilidade dos Fundos Imobiliários

Os Fundos Imobiliários, são indicados para quem tem por objetivo viver de renda ou alcançar independência financeira, sendo que uma de suas principais características é a de gerar renda mensal. Outra forma de se obter retornos é através da negociação das cotas no mercado financeiro, similar as ações, porém com liquidez menor.

A rentabilidade dos Fundos Imobiliários é variável e os lucros dependem de diversos fatores como, situação do setor, composição do patrimônio e do valor das cotas. Os Fundos de Investimentos em Imóveis que possuem imóveis bem localizados tendem a gerar retornos mais atrativos. 

Além do rendimento das cotas, os Fundos Imobiliários pagam alugueis mensais, estes sujeitos às oscilações. Quando os imóveis estão totalmente preenchidos, os rendimentos são mais altos do que em épocas em que os inquilinos estão saindo. 

Os rendimentos mensais são calculados levando em consideração a quantidade de cotas. Como exemplo, imagine a seguinte situação:

Você adquiriu cem cotas a R$ 100, 00 cada. Os alugueis foram pagos a R$ 0,90 centavos por cota. Ao dividir 0,90 / 100, a rentabilidade será de 0,9% a. m., ou seja, por ano sua rentabilidade será de 10,8%, considerando apenas os alugueis recebidos, nesse caso, desconsiderando a rentabilidade das cotas obtidas pela valorização dos imóveis.

O mercado considera bons Fundos Imobiliários aqueles que possuem rentabilidade média histórica entre 0,75% até 1% ao mês.

Antes de iniciar seus investimentos você precisa se atentar a vários detalhes. Vamos abordar alguns que precisam ser levados em consideração.

  1. Avalie se os valores das cotas estão justos. Para isso, basta dividir o valor do patrimônio total do fundo pelo número de cotas. Se o resultado estiver abaixo do negociado na bolsa, significa que está caro e você precisa entender o motivo. A mesma lógica se aplica se o contrário ocorrer, entenda o motivo dessa variação entre o preço justo e o valor de mercado.
  2. Verifique quem são os gestores, a empresa que gerencia o fundo, o histórico e tenha conhecimento sobre os riscos que esse investimento pode lhe oferecer.
  3. A única tributação que há sobre os Fundos Imobiliários é o Imposto de Renda (IR). Ao fazer a venda das suas cotas, a alíquota cobrada é de 20% sobre os lucros obtidos. 

Os Fundos Imobiliários são ativos muito interessantes para quem deseja diversificar seus investimentos, possuem boa rentabilidade e risco relativamente baixo. Além disso, há cotas com preços bem acessíveis, muitas delas abaixo de R$ 100, 00 e negociadas a partir de lotes de 10 cotas.

Portanto, se seu objetivo é iniciar seus investimentos em Fundos de Investimentos Imobiliários, se atenha aos detalhes mencionados acima e busque mais informações.

 No próximo artigo, vamos te ensinar como iniciar seus investimentos, como escolher a melhor corretora e os principais riscos atrelados a essa modalidade de investimentos.

Observação: As informações apresentadas aqui não tem por objetivo indicar o investimento como bom ou mau e não é uma recomendação de compra. Objetivo é apenas fornecer conteúdo de caráter educacional.

Acesse o link abaixo e tenha acesso aos livros que podem transformar sua vida!