SEJA RESILIENTE!


O conceito de resiliência de acordo com a física é: “A propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica”.

Quando aplicamos esse conceito em nossas vidas, devemos interpretar a deformação elástica citada, como sendo as mudanças que ocorrem em nossa vida que nos levam a sair da zona de conforto.

O autor Paulo Vieira, cita em seu livro Poder e Alta Performance, que na vida não devemos enxergar nossas experiências que não deram certo como erros, mas sim como resultados. Resultados de uma ação, de uma escolha.

Quando conseguimos compreender que temos a capacidade de recomeçar, de refazer o caminho quantas vezes for preciso, nos tornamos resilientes, nos tornamos adaptáveis a toda e qualquer situação.

Com nossas finanças não é diferente. Por vezes, realizamos alguns negócios que não nos rende o quanto imaginávamos e logo vem à ansiedade, o desespero e o que acontece? Abandonamos o barco com perdas expressivas.

A situação citada é muito comum no mercado financeiro. Muitos investidores buscam altos rendimentos, mas esquecem da volatilidade presente nos mais variados tipos de investimentos. Só consegue de fato bons rendimentos aqueles que souberam aceitar que o “Tempo” é o seu principal aliado.

O segredo de sucesso não está necessariamente em chegar ao topo, mas sim, em ter vencido todas as etapas até chegar ao topo. Fomos acostumados a enxergar apenas aonde as pessoas de sucesso chegaram, mas sempre nos foi omitido o caminho, o trajeto que elas percorreram.

Ser resiliente nos dias atuais, em meio a mercados cada vez mais concorridos, com profissionais altamente capacitados é requisito para sobrevivência.

Portanto, seja resiliente, estabeleça seus objetivos, trace suas metas e siga em frente.

Pense nisso: “Não desista, vá em frente, sempre há uma chance de você tropeçar em algo maravilhoso”. Charles F. Kettering